30 Anos de Bujinkan Brasil

Soke Hatsumi Masaaki

Masaaki Hatsumi nasceu em 2 de dezembro de 1931, na cidade de Noda, província de Chiba, nas cercanias da capital japonesa de Tokyo.

Desde cedo interessou-se pelas artes marciais, sendo que aos 10 anos de idade começa o estudo do Judô. Graduou-se na Universidade Meiji, de Tokyo, como médico traumatologista e, tendo obtido a faixa preta de Judô, nos anos seguintes inicia a prática de outras artes, como karatê e aiki jutsu, sempre buscando a essência do budoh (designação genérica das artes marciais japonesas).

Como praticante de Judô, ganhou inúmeras competições no Japão. Anos mais tarde, passou a ministrar aulas na base aérea americana, onde observou que os soldados americanos levavam vantagem em combate, em virtude de serem mais altos e pesados que os japoneses. Foi quando Hatsumi percebeu a limitação de suas técnicas e passou a viajar pelo Japão buscando uma arte marcial que superasse os limites físicos, independentemente de quem a praticasse.

Na década de 50 obteve informações de que havia, na cidade de Kashiwara, província de Nara, um grande mestre de artes marciais que, inclusive, dominava as artes ocultas do Ninjutsu.

Chegando à residência do tal mestre, conta-se que estava muito ansioso para conhecer aquele grande guerreiro de que ouvira falar. Ao deparar-se com um homem baixo e franzino, por um instante duvidou de sua busca. Mas, no momento em que o fitou, foi surpreendido por um olhar gélido que iniciava em seus pés e ia subindo e paralisando seu corpo até chegar em seus olhos.

Sentindo um medo indescritível, só lhe passava pela cabeça sair daquele local o mais rápido possível. Aquele homem baixo e franzino era o grande mestre Toshitsugu Takamatsu, herdeiro de nove tradições, entre elas as lendárias e temidas habilidades do ninjutsu.

Desse encontro acabou surgindo uma grande amizade. De 1950 até meados da década de 60, Hatsumi viajou continuamente através do Japão, chegando a ter de passar 12 horas em um trem, desde Noda Shi até chegar à casa de seu mestre, de quem recebia sua iniciação nos caminhos do ninpo.

Após anos de extenuante treinamento, Hatsumi recebeu de seu professor, como herança, os Torah Maki (documentos do tigre), que são relatórios descritivos de toda a história, linhagem e técnicas de uma arte marcial, relatórios estes passados de geração em geração.

Foi-lhe outorgada, também, a autoridade e a posição de Soke (Grande Mestre) nas seguintes tradições marciais japonesas:

34º Soke Togakure Ryu Ninjutsu
28º Soke Gyokko Ryu Kosshijutsu
28º Soke Kukishinden Ryu Happo Hikenjutsu
26º Soke Shinden Fudo Ryu Dakentaijutsu
21º Soke Gyokushin Ryu Ninjutsu
18º Soke Koto Ryu Koppojutsu
17º Soke Takagi Yoshin Ryu Jutaijutsu
15º Soke Gikan Ryu Koppojutsu
14º Soke kumogakure ryu ninjutsu

Hatsumi Sensei criou um sistema único de treinamento, englobando as nove escolas herdadas de seu mestre, no início denominado Ninpoh Taijutsu; mais tarde, mudaria para Budoh Taijutsu, vindo a abrir as portas da filosofia ninpoh aos primeiros alunos ocidentais.

A partir de 1972, após a morte de Takamatsu, fundou a Bujinkan Budoh Taijutsu. O termo Bujinkan significa: “A Morada do Guerreiro Divino” assim como “A Casa do Deus Guerreiro”, termo este criado por Sensei Hatsumi para homenagear seu mestre Toshitsugu Takamatsu.

O Dojo de Hatsumi encontra-se em Noda, junto a grande cidade de Tokyo. Seu interesse está centrado em manter o patrimônio cultural do Japão e conservar vivas as técnicas da arte do Ninjutsu.

Masaaki Hatsumi viajava por todo o mundo para ministrar aulas, nos chamados Tai-Kai (encontros), onde se reuniam alunos de numerosos lugares do planeta, para poderem aprender diretamente com o mestre.

Hatsumi Sensei concilia suas classes de ninjutsu com seu trabalho como cinesioterapeuta e quiroprático, que realiza em próprio instituto, na cidade de Noda.

Em sua vida graduou-se como 4° Dan de Judô, 6° Dan de Karatê, 8º Dan de Aiki Jutsu, praticando também boxe. Recebeu diplomas de honra do FBI, Pentágono e da Polícia Espanhola. Foi recepcionado pelos reis do Reino Unido, Espanha e pelo presidente dos Estados Unidos. No Japão, o imperador Hirohito outorgou-lhe o título de “tesouro vivo da Nação”.

Hatsumi Sensei resume o espírito do verdadeiro ninja como de “verdade e justiça, mantendo um sentimento honesto e aberto para os pontos de vista dos demais, preocupando-se em crescer em conhecimento, no amor da família, e no estudo e dedicação ao Ninjutsu”.